Exclusivo: Lula fala sobre denúncias de corrupção, pedidos de impeachment contra Bolsonaro e 2022

Luiz Inácio da Silva comentou também sobre planos para o Estado do Pará e para a Amazônia

Na semana em que surgiram denúncias contra o governo do presidente Jair Bolsonaro na condução do processo de compras de vacinas e de um novo pedido de impeachment protocolado na Câmara dos Deputados, a imprensa e aliados do ex-presidente Luíz Inácio Lula da Silva cobraram posicionamentos públicos e mais firmes do principal nome da oposição ao atual governo federal.

Na sexta-feira (02), em entrevista ao Grupo Liberal por vídeo, Lula rompeu o silêncio e partiu para o ataque. Cobrou que o Congresso Nacional coloque em pauta a discussão dos pedidos de impeachment de Bolsonaro. Subiu o tom das críticas ao principal adversário – chamando de “genocida”, “troglodita” e “maior mentiroso do mundo”.

Durante a conversa, Lula comentou o período em que esteve preso, por conta dos desdobramentos da Operação Lava-Jato.

Este ano, uma sequência de vitórias no Supremo Tribunal Federal (STF), que considerou a Justiça Federal de Curitiba sem competência para julgar Lula em ações envolvendo o ex-presidente, como a do sítio de Atibaia, do Instituto Lula e do tríplex do Guarujá. Ainda resta à Justiça Federal do Distrito Federal e de São Paulo analisar os casos. A decisão do STF, no entanto, deixa o ex-presidente apto a disputar as eleições de 2022.

Na entrevista, o ex-presidente também comentou sobre os desafios para o desenvolvimento da Amazônia, inclusive abordando obras de logística e ações que não foram concluídas no período em que governou o país. Descontraído, Lula dispara: “Estou feliz porque estou de volta”.

O Liberal

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado.


*